Vereadores da base do governo estão “amarrando” a votação da LDO, afirma Paulão do Caldeirão

A Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta terça-feira (03), discutiu emendas do Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO, que determina as metas e prioridades para gastos do governo no ano de 2022.

A LDO serve como base para o Projeto de Lei Orçamentária – LOA de 2022, que será apresentado pelo Poder Executivo em breve na Câmara.

O parlamentar Paulão do Caldeirão (PSC), durante seu pronunciamento na sessão ordinária desta terça, destacou que os vereadores da base do governo estão “amarrando” a votação da LDO, com apresentação de diversas emendas.

“Quero informar que a câmara deseja aprovar a LDO, mas Colbert não quer deixar, com essa enrolação, a manobra do prefeito é atrasar o quanto puder para que ele possa ingressar com mandado de segurança para que siga o mesmo caminho do ano de 2020”, pontuou.

“É bom que fique claro, que nós da base dos aliados desejamos que a LDO seja aprovada o mais rápido possível, não estamos preocupados com recesso, trabalhamos todo o recesso do legislativo e queremos que essa situação se resolva para não atrapalhar a votação da LOA que chegará em setembro”, concluiu o edil.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn