Vereador Paulão lamenta morte do maior sanfoneiros de Feira de Santana Bié dos 8 Baixos

O sanfoneiro Francisco da Silva Sena, conhecido como Bié dos 8 Baixos, morreu na manhã deste domingo (29), aos 68 anos. O artista feirense estava internado em decorrência de um AVC sofrido no dia 15 de junho deste ano.

O vereador Paulão do Caldeirão (PSC), em suas redes sociais lamentou pela morte do amigo, primo e conterrâneo do distrito de Jaguara.

Esse domingo sofremos um grande choque, infelizmente, perdemos um amigo, Bié dos 08 Baixos. Meu amigo, primo e conterrâneo, vivemos muitos momentos felizes em Jaguara em nossa infância e juventude, e depois que viemos para Feira ele seguiu a carreira artística e se destacou imensamente na música. Ele estava internado no Hospital Geral Clériston Andrade e não resistiu a um AVC. 

Um dia após ter sofrido o AVC. no dia 16 de junho, houve o lançamento do 1° EP de Bié, com sete de suas belíssimas canções, fiquei tão feliz pelo meu amigo, mas nosso Deus sabe de todas as coisas e o recolheu. 

Perdemos um grande homem, a cultura, a música e o forró estão de luto. Meu amigo você deixará saudade em nossos corações. Meus sentimentos aos familiares e amigos, por essa perda, por esse momento de dor. Que Deus ilumine, conforte e traga paz aos corações de cada um”, escreveu Paulão.

Vale ressaltar que em dezembro de 2018, foi lançado um documentário sobre o samba de Bié, que por mais de uma década animou as segundas-feiras de quem ia ao Centro de Abastecimento realizar suas compras. Era um samba feito com percussão, zabumba e a sanfona de oito baixos.

Ele era oriundo da comunidade de Sete Portas, no distrito de Jaguara, e morando até então no bairro George Américo. Bié tinha como seus ídolos Luiz Gonzaga e Dominguinhos. O filme sobre ele foi produzido por Uyatã Rayra e com direção de Eduarda Gama.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn