Pacientes permanecem aguardando regulação sem data definida, “Essa regulação é um crime”, afirma o vereador Paulão sobre a fila de espera para transferência dos pacientes em Feira de Santana

Os problemas com relação à regulação dos pacientes permanecem em Feira de Santana, de acordo com informações dos familiares do Sr. Oduvaldo Brito, que estava na policlínica do Feira X, desde o dia 05 de janeiro, os médicos encaminharam o mesmo para aguardar a transferência de sua residência. 

O Sr. José Raimundo da Silva ainda aguarda a regulação que permanece sem data definida, o paciente somente pode esperar sem qualquer perspectiva de resposta, o vereador Paulão do Caldeirão (PSC), permanece cobrando uma posição do governo estadual para que faça garantir o atendimento a pacientes na fila de espera com maior agilidade, “as pessoas precisam ser transferidas enquanto estão vivas”, reitera Paulão.  

A Sra. Eliege dos Santos deu entrada no dia 22 de janeiro na policlínica do George Américo, com muita luta e intercessão do edil Paulão, a senhora conseguiu a transferência para um hospital neste final de semana, a paciente estava na fila da regulação a mais de 20 dias.

Segundo Paulão, todos estes pacientes foram bem atendidos nas policlínicas, no entanto as instituições não possuem suporte adequado para o tratamento dos enfermos, logo eles deveriam ser transferidos para hospitais com capacidade de atendimento. “Essa regulação é um crime, como pode um paciente aguardar mais de 20 dias para ser transferido, isso é um absurdo, é necessário rever esse método de transferência, caso contrário as pessoas permaneceram morrendo nas filas de espera, permanecemos aguardando uma resposta do Ministério Público com relação a precariedade da regulação do estado, e além disto, nesta terça-feira (15), apresentarei um requerimento solicitando uma audiência pública com algumas autoridades, como o secretário de saúde, representantes do MP, os diretores dos hospitais do município, alguns deputados federais e estaduais e a imprensa para discutirmos pontos de melhorias para adequar essa regulação, evitando assim mais mortes e omissões de socorro”, informou o edil. 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn