“Entrego nas mãos de Deus”, diz vereador Paulão sobre perseguição do prefeito ao seu mandato.

Na manhã desta quarta-feira (13) em sessão ordinária o vereador Paulão do Caldeirão (PSC), afirma que seu mandato está sendo perseguido pelo prefeito de Feira de Santana Colbert Martins.

Paulão informa que essa perseguição ao seu mandato é sobre o período da pré-candidatura, no qual foi acusado de  cometer  crime eleitoral. “É lamentável essa situação, essa denúncia é uma tentativa da prefeitura e do Procurador do Município, em querer mudar o foco, após serem denunciados que estão  contratando  mulheres para assediar os vereadores, mas Deus é bom e é fiel, Deus cortou o laço e fez com o que eles caíssem em sua própria cova”.

Em seu discurso Paulão chama a atenção dos 21 vereadores, para dizer que não estava magoado com a calúnia do prefeito, e sim por saber que no ambiente parlamentar existem pais de família e mesmo assim viraram as costas quando o presidente Fernando Torres os convidaram para uma reunião, para tratar do assunto.

“Eu entrego nas mãos de Deus, pois este problema não é mais meu e sim do senhor, pois sei que ele é justo”, pontuou o edil.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn